• Sete

    Povoações do Concelho de Castro Verde

    Aldeia
Casas de barra verde e amarela

Adoro: as paredes das casas sempre pintadas de fresco – Anabela C. G. Nobre – Sete – Castro Verde.

Alentejoturismo.pt orienta-o de forma a que desfrute de um Alentejo secreto: genuíno e pleno de sabores e sentires.

Lá onde a vista não alcança (na imensidão da planície, nos recortes da sua costa, na gastronomia caseira, na fantástica literatura popular, na rica etnografia… no cante) há um Alentejo desconhecido onde a tradição e os costumes, inalterados, vivem em perfeita comunhão com a Natureza.





Quintal com oliveira

Castro Verde é um concelho de carácter profundamente rural – Sete – Castro Verde.

A Sete

Pedimos a uma filha da terra que a escrevesse:

“Atrevo-me a dizer que é, sem dúvida, a minha terra preferida – não fosse ela aquela que me viu crescer!

Descrever esta população é fácil; pois, basta dizer que somos todos uma família: tratamos os mais velhos por tios e tias (aqui não há ou havia Senhores e Senhoras).

Enfim… uma grande família… Lembro-me, perfeitamente, de chegar a casa com a minha mãe e, em cima da mesa da cozinha, lá estava: fruta ou uma costa (feita por alguém que nesse dia havia cozido o seu panito, no forno). 

Planície na época das chuvas

O início da primavera na Planície – Monte da Sete – Castro Verde

Na época da matança dos porcos, isso era quase diário; chegavas e lá estava um jantar (era esta a palavra que era dada àqueles bocadinhos de carne, oferecidos pela vizinhança).

Isto para explicar que a porta estava sempre aberta, durante o dia. Como a minha mãe dizia: nunca ninguém me levou nada, antes pelo contrário.  

Adoro: as paredes das casas sempre pintadas de fresco; ouvir as vizinhas, logo pela manhãzinha, a varrer a rua; o padeiro a apitar; e logo de seguida a carrinha da fruta;  e logo a seguir, mais um tendeiro….sabe tão bem! Como a simplicidade das coisas nos tocam a alma!”

Anabela Costa Gonçalves Nobre

Monte Além de um património já conhecido e difundido, existe um outro, quase esquecido, pouco conhecido e que requer uma visita obrigatória.

Festividades e romarias

  • Terceiro fim de semana do mês de julho.

Pontos de interesse em Sete



Booking.com

Alojamentos recomendados por alentejoturismo.pt

    • casa da ti catrina004 768x576

    Casa da Ti Catrina

    • a casinha do rui030 768x511

    A casinha do Rui: vista de mar e cidade

    • 206863284 768x576

    Calmaria Guesthouse

    • 142342661 768x576

    Chalé da Baía

    • 211679314 1 768x512

    Casa do Escritor

Toggle Content goes here

Centro de Saúde de Castro Verde

Sede

Morada: Av. General Humberto Delgado
7780-909 Castro Verde

Telefone: 286 320 140

Horário de Funcionamento:

  • De segunda a sexta-feira: 8h às 20h
  • Dispõe de um Serviço de Urgência Básica: aberta 24h/dia.
Extensões de Saúde

Casével

Morada: Rua do Altinho
7780-020 Casével

Telefone:  286 944 136

Horário :
4ª Feira:14:00 – 20:00
4ª Feira:08:00 – 14:00

Entradas 

Morada: Rua Nossa Senhora da Esperança Entradas
7780-346  Entradas

Telefone: 286 915 214

Horário :
De 2ª a 6ª Feira:08:00 – 20:00

Monte Sete 

Morada: Rua do Centro
7780-481 Santa Bárbara dos Padrões

Telefone: 286 495 555

São Marcos da Ataboeira

Morada: Largo 1º de Maio
7780-521 São Marcos da Ataboeira

Telefone:  286 320 140

Santa Bárbara dos Padrões 

Morada: Largo do Adro
7780-486 Santa Bárbara dos Padrões

Telefone: 286 935 127

Linha Saúde 24

Tel.: 808 24 24 24

ENDEREÇO

Rua da Seara Nova
Castro Verde

RUA MORAIS SARMENTO Nº 4
7780-999 CASTRO VERDE
Horário Normal: 
2ª a 6ª: 09.00-12.30
14.00-17.30

Mais impressões de Sete

Facebook Comentários bem-vindos
Guida Brito
Author: Guida Brito

Apaixonada pelo Alentejo; escrevo-o de forma sentida e vivida. Abraço e acarinho a simplicidade e a pureza de ser dos meus avós e do meu Pai: é esse o Alentejo que vos conto; o que se esconde entre as flores da primavera e o cheiro das primeiras chuvas. Escrevo o ultimo reduto, o recanto por desbravar; o encanto da ancestralidade que permanece pura e proba no dourado da planície ou nos recortes do litoral. Escrevo: os poejos, a açorda, a janela, a soleira, o cata-vento, a chaminé, o rio, a primavera… escrevo gentes nobres; escrevo o banco da rua; escrevo as tabernas … escrevo lugares; escrevo a simplicidade; escrevo amor. AlentejoTurismo é um sonho; é um conto de uma história real contada no sentar ao fresco, na brandura das quentes noites de verão. AlentejoTurismo é transmissão de conhecimento que o orienta num Alentejo por desbravar. Com carinho. A autora: Guida Brito

© Copyright - AlentejoTurismo.pt