• Primavera

    Concelho de Castro Verde

Flor azul e amarela

Encontrei a Primavera Lá em baixo no jardim Encontrei a Primavera Lá em baixo no jardim (Excerto da “Moda” – Cante – Primavera)

A vasta paisagem desarborizada do “Campo Branco” é uma das mais impressionantes de Portugal.

A imensidão da planície, que se estende a perder de vista, apresenta-se em constante mutação e os seus tons encantam – qualquer que seja a estação.

No entanto, a primavera é puro deleite aos sentidos: verde, rosa, amarelo, vermelho… a cor impregna a paisagem de pura sedução.



Campos com flores amarelas e brancas

Lá nos campos, verdes campos Eu fui apanhar marcela Daquela mais miudinha Daquela mais amarela (Excerto de uma “Moda” – Cancioneiro popular)

São singelas e de tamanho diminuto; no entanto, florescem, em simultâneo, milhões de flores que cobrem a planície de cor e sedução: uma gigante paleta repleta dos mais nobres tons.

As estevas, os pimpilhos, a sevagem, as magarças, as papoilas, o trigo, a cevada… matizam a paisagem em constante mutação.

Nos campos de Castro Verde, os machos de abetarda (Otis tarda) estão em plena época de paradas nupciais. Os machos juntam-se em descampados, reviram as asas e a cauda,  enchem o peito e executam  as danças nupciais.

Os sisões, embora mais discretos e solitários, exibem a sua plumagem.

Chegam as andorinhas e  adornam os beirais do telhados; chegam as cegonhas e ampliam a população residente… luz, vida e cor dão novo alento à planície: estamos em plena Reserva da Biosfera da UNESCO.

Campos cor de rosa

Como vai, como vai a Primavera  Ela vai, ela vai assim assim  Como vai, como vai a Primavera  Ela vai, ela vai assim assim                                                                                                               (Excerto da “Moda” – Cante – Primavera

A riqueza natural do concelho, os hábitos e costumes das suas gentes, a grandeza da planície e a imensidão que distingue do comum: traçam a intocabilidade  –  um dos últimos paraísos a nível europeu.

Toda a região é aconselhada pelo alentejoturismo.pt.

Pontos de interesse em Alentejo (Primavera)



Booking.com

Alojamentos recomendados por alentejoturismo.pt

    • casa da ti catrina004 768x576

    Casa da Ti Catrina

    • a casinha do rui030 768x511

    A casinha do Rui: vista de mar e cidade

    • 206863284 768x576

    Calmaria Guesthouse

    • 142342661 768x576

    Chalé da Baía

    • 211679314 1 768x512

    Casa do Escritor

Toggle Content goes here

Mais impressões da “Primavera”

Facebook Comentários bem-vindos
Guida Brito
Author: Guida Brito

Apaixonada pelo Alentejo; escrevo-o de forma sentida e vivida. Abraço e acarinho a simplicidade e a pureza de ser dos meus avós e do meu Pai: é esse o Alentejo que vos conto; o que se esconde entre as flores da primavera e o cheiro das primeiras chuvas. Escrevo o ultimo reduto, o recanto por desbravar; o encanto da ancestralidade que permanece pura e proba no dourado da planície ou nos recortes do litoral. Escrevo: os poejos, a açorda, a janela, a soleira, o cata-vento, a chaminé, o rio, a primavera… escrevo gentes nobres; escrevo o banco da rua; escrevo as tabernas … escrevo lugares; escrevo a simplicidade; escrevo amor. AlentejoTurismo é um sonho; é um conto de uma história real contada no sentar ao fresco, na brandura das quentes noites de verão. AlentejoTurismo é transmissão de conhecimento que o orienta num Alentejo por desbravar. Com carinho. A autora: Guida Brito

© Copyright - AlentejoTurismo.pt