• Passadiço da Costa do Norte

    Sines

Passadiço da Costa do Norte (Sines); Alentejo; Portugal

O Passadiço da Costa do Norte têm cerca 1,5 km e termina na Praia do Canto Mosqueiro que, após o sumptuoso passeio, convida a um banho, se o mar o permitir.

Além da magnitude das praias que rodeiam a cidade de Sines, a própria cidade encanta em pureza e sedução: um misto de tradicional e inovação coabitam em harmonia. Para facilitar a sua caminhada e orientação, dividimos o muito a ver em 3 percursos distintos:

Rota do Porto de Pesca de Sines

Rota do Castelo de Sines

Passadiço da Costa do Norte

O Passadiço da Costa Norte (Sines)

Uma costa virgem com isenção de atividade humana. Deslumbre-se nos recortes das arribas, ofusque-se no extenso areal que o espera no final do percurso.






Passadiço da Costa do Norte (Sines); Alentejo; Portugal.

Uma costa virgem com isenção de atividade humana. Deslubre-se nos recortes das arribas. ofuque-se no extenso areal que o espera no final do percurso.

Passadiço da Costa do Norte: preenche-nos em beleza e formosura

Além de permitir o acesso à Costa Norte (detentora, de algumas, das mais belas paisagens do litoral do Concelho), facilita a ida a banhos no Canto Mosqueiro e valoriza toda a Costa Norte (aqui, inicia-se a maior praia da Europa).

Preenche-nos de beleza e formosura.

O Passadiço da Costa do Norte foi indutor da irradicação de uma vasta zona infestada pelo chorão-das-areias ou chorão-das-praias (Carpobrotus edulis), melhorou a acessibilidade ao local e protege as arribas e as dunas do pisoteio.

Os resultados são visíveis: junto ao Passadiço da Costa do Norte, a vegetação endémica e autócne ganha presença, onde outrora reinava a infestação do chorão-das-areias.



Têm cerca 1,5 km e termina na Praia do Canto Mosqueiro que, após o sumptuoso passeio, convida a um banho, se o mar o permitir.

Passadiço da Costa do Norte: termina na Praia do Canto Mosqueiro

A vegetação endémica e autócne que (após a irradicação do Chorão-das-praias, junto ao Passadiço da Costa do Norte) por ali prolifera, prova que se existir, por parte dos serviços responsáveis, mais um pequeno esforço na irradicação total desta planta invasora, a zona ampliará em formosura e contribuirá para a proteção das nossas arribas e dunas.

O Passadiço da Costa do Norte tem cerca 1,5 km e termina na Praia do Canto Mosqueiro que, após o sumptuoso passeio, convida a um banho, se o mar o permitir.



Onde dormir em Sines?

Opte por: “A Casinha do Rui”, Sines, Portugal. A Casinha do Rui é um apartamento situado no centro da cidade, a 5 minutos a pé da praia,  com a localização ideal para conhecer a Costa Alentejana e iniciar o Trilho dos Pescadores.  Dono de uma vista magistral, sobre o mar e a cidade, está dotado de todos os equipamentos essenciais ao seu conforto e bem-estar. Antes da sua entrada, todo o apartamento é desinfetado, de forma a garantir a isenção de contaminação com Covid.

Contacto: 00351  912 569 272





Pontos de interesse em Passadiço da Costa do Norte


Alojamentos recomendados por alentejoturismo.pt

    • a casinha do rui030 768x511

    A casinha do Rui: vista de mar e cidade

    • 222130618 768x512

    Castle in Blue Apartments

    • casa_do_mar_apartamento_sines0071

    Casa do Mar

Centro de Saúde de Sines

Morada:Alameda da Paz – Sines

Telefone Geral: 269 870 440

Horário :  de 2ª Feira a 6ª feira  (08:00 – 20:00)

Saúde 24

  • Telefone: 808 24 24 24

Hospital do Litoral Alentejano 

Endereço: Av. Gen. Humberto Delgado 17, 7520-144 Sines

LARGO JÚDICE FIALHO N.º 4 B, SINES
7520-999 SINES

Dias úteis : 09:00 – 12:30 , 14:00 – 18:00

Mais impressões de Passadiço da Costa do Norte




Facebook Comentários bem-vindos
Guida Brito
Author: Guida Brito

Apaixonada pelo Alentejo; escrevo-o de forma sentida e vivida. Abraço e acarinho a simplicidade e a pureza de ser dos meus avós e do meu Pai: é esse o Alentejo que vos conto; o que se esconde entre as flores da primavera e o cheiro das primeiras chuvas. Escrevo o ultimo reduto, o recanto por desbravar; o encanto da ancestralidade que permanece pura e proba no dourado da planície ou nos recortes do litoral. Escrevo: os poejos, a açorda, a janela, a soleira, o cata-vento, a chaminé, o rio, a primavera… escrevo gentes nobres; escrevo o banco da rua; escrevo as tabernas … escrevo lugares; escrevo a simplicidade; escrevo amor. AlentejoTurismo é um sonho; é um conto de uma história real contada no sentar ao fresco, na brandura das quentes noites de verão. AlentejoTurismo é transmissão de conhecimento que o orienta num Alentejo por desbravar. Com carinho. A autora: Guida Brito

© Copyright - AlentejoTurismo.pt