• Perigo: Caravela-portuguesa (Physalia Physalis)

    Beira-mar







Caravela-portuguesa (Physalia Physalis); praias alentejanas; Alentejo; AlentejoTurismo

Não é um animal, mas uma colónia: um organismo pluricelular, composto de quatro pólipos, ou zooides, distintos.

Perigo: Caravela-portuguesa (Physalia Physalis)

São as cores e uma beleza ímpar que nos atraem; no entanto, constituí um perigo à beira-mar. Apesar de magníficas, afastarmo-nos, por vários metros, é o passo certo, falamos da Caravela-portuguesa (Physalia Physalis).

Com o aquecimento das águas são, cada vez mais, presença nas praias alentejanas.

Na água, parecem um pequeno e sedutor plástico insuflável. No entanto, escondem cerca de 20 metros de tentáculos venenosos.




Caravela-portuguesa (Physalia Physalis); praias alentejanas; Alentejo; AlentejoTurismo

Apesar de magníficas, afastarmo-nos, por vários metros, é o passo certo, falamos da Caravela-portuguesa (Physalia Physalis).

Caravela-portuguesa (Physalia Physalis): veneno é comparável ao da aranha viúva-negra

O seu veneno é comparável ao da aranha viúva-negra provoca dores muito fortes, queimaduras que podem ser até de terceiro grau, e em casos mais extremos, reações alérgicas graves acompanhadas de arritmias, náuseas e necrose do tecido.

As queimaduras provocadas pelo contacto com os tentáculos provocam cicatrizes, em certos casos, permanentes.

Já tive essa experiência: encostei o joelho a uma rocha, onde estava uma ínfima parte dos seus tentáculos arroxeados, a marca que perdura lembra-me o quão doloroso foi o momento.

Caravela- portuguesa(Physalia Physalis)

COMO PROCEDER EM CASO DE CONTACTO

  • Ponto 1

     Lavar, com cuidado e sem esfregar, a zona afetada com água do mar e nunca com água doce.

  • Ponto 2

    Remover os tentáculos que possam estar agarrados à pele com um instrumento de plástico – preferencialmente pinças, mas, na falta, um cartão bancário, cartão de cidadão ou carta de condução servirão.

  • Ponto 3

    Aplicar vinagre, se for possível. Nunca álcool ou amónia.

  • Ponto 4

    Aplicar bandas quentes ou água quente para alívio da dor.

  • Ponto 5

    Procurar assistência médica o mais rapidamente possível.

  • Ponto 6

    Alerte as pessoas que estão por perto e comunique ao IPMA (351 218 447 000) ou à Autoridade Marítima, fornecendo informações sobre data, hora e local do avistamento, bem como número aproximado de indivíduos.

Curiosidades: Caravela- portuguesa (Physalia Physalis)

  • Ponto1

    Não é um animal, mas uma colónia: um organismo pluricelular, composto de quatro pólipos, ou zooides, distintos.

  • Ponto 2

    Estes quatro pólipos não sobrevivem separados, e só ocorrem juntos,  no caso da Caravela-portuguesa. Os pólipos que compõem a colónia são: um pneumatóforo transformado numa vesícula flutuadora; os dactilozooides, que formam os tentáculos; os gastrozooides que formam os “estômagos” da colónia; e os gonozoides, responsáveis pela reprodução.

  • Ponto 3

    Não sabe nadar, move-se empurrada pelos ventos; devido ao pólipo que se mantém à tona e se assemelha com um chapéu usado pelos marinheiros medievais portugueses e com as caravelas.

  • Ponto 4

    Apesar de muito expostas aos raios UV, não são afetadas por estes: mantendo-se saudáveis.

  • Ponto 5

    Quando ameaçadas, libertam gás e submergem. Os seus predadores são: a tartaruga-comum, o caracol-violeta e a lesma-do-mar azul, que são obviamente, imunes às toxinas da Caravela-portuguesa.

  • Ponto 6

    Não são caçadoras, capturam pequenos organismos marinhos desatentos, como peixes e plâncton, com os seus tentáculos. Uma vez apanhados, as presas são paralisadas, ou até mortas, por ação do veneno da Caravela-portuguesa. A presa é depois conduzida para os pólipos digestivos da colónia, que digerem o alimento. Os nutrientes são depois partilhados entre os vários zooides.










Pontos de interesse no Alentejo

Alojamentos recomendados por alentejoturismo.pt

    • a casinha do rui030 768x511

    A casinha do Rui: vista de mar e cidade

    • 222130618 768x512

    Castle in Blue Apartments

    • casa_do_mar_apartamento_sines0071

    Casa do Mar




Booking.com




Booking.com

Centro de Saúde de Sines

Morada:Alameda da Paz – Sines

Telefone Geral: 269 870 440

Horário :  de 2ª Feira a 6ª feira  (08:00 – 20:00)

Saúde 24

  • Telefone: 808 24 24 24

Hospital do Litoral Alentejano 

Endereço: Av. Gen. Humberto Delgado 17, 7520-144 Sines

LARGO JÚDICE FIALHO N.º 4 B, SINES
7520-999 SINES

Dias úteis : 09:00 – 12:30 , 14:00 – 18:00

Mais impressões Caravela-portuguesa (Physalia Physalis):

 

Facebook Comentários bem-vindos
Guida Brito
Author: Guida Brito

Apaixonada pelo Alentejo; escrevo-o de forma sentida e vivida. Abraço e acarinho a simplicidade e a pureza de ser dos meus avós e do meu Pai: é esse o Alentejo que vos conto; o que se esconde entre as flores da primavera e o cheiro das primeiras chuvas. Escrevo o ultimo reduto, o recanto por desbravar; o encanto da ancestralidade que permanece pura e proba no dourado da planície ou nos recortes do litoral. Escrevo: os poejos, a açorda, a janela, a soleira, o cata-vento, a chaminé, o rio, a primavera… escrevo gentes nobres; escrevo o banco da rua; escrevo as tabernas … escrevo lugares; escrevo a simplicidade; escrevo amor. AlentejoTurismo é um sonho; é um conto de uma história real contada no sentar ao fresco, na brandura das quentes noites de verão. AlentejoTurismo é transmissão de conhecimento que o orienta num Alentejo por desbravar. Com carinho. A autora: Guida Brito

© Copyright - AlentejoTurismo.pt