• "Cante"

    Ser Alentejano

Homens com trajes tradicionais.

Grupo coral de cante alentejano: aguarda a arruada ,na entrada da taberna- “Branco ou tinto? Cheio!”

Cante – Património Imaterial da Humanidade UNESCO

O “Cante”  Alentejano,  uma das mais importantes tradições portuguesas, é Património Imaterial da Humanidade da UNESCO.

Um património coletivo que nos transporta à forma simples mas grandiosa do ser alentejano.

Em eventos dinamizados pelos municípios ou no final da tarde, entre petiscos, nas tradicionais tabernas, o “Cante”  ainda se faz ouvir de forma espontânea ou organizada (grupos corais);  onde quer que haja alentejanos: o “Cante”  faz parte da sua identidade.

Origens árabes? Judaicas? Cristãs? O “Cante” não nos revela a origem que de todos é desconhecida.

Ao longo dos séculos, foi abraço, alívio e companheirismo, nas árduas horas de trabalho, sob o sol da planície. Foi afeto e alegria na passagem de voz aos mais jovens.  Sentido no “vai mais uma moda?” Foi e é a tradução mais fiel, ao isto “de ser Alentejano”.

Mulheres alentejanas

Hoje, há grupos masculinos, femininos e mistos (como no campo, onde lado a lado entoavam a mais lindas modas). Cante – Património Imaterial da Humanidade UNESCO

As “Modas”

Chamam-lhe modas e ninguém sabe quem as escreveu; amor, planície seca e quente, trabalho do campo, santos das aldeias… são os temas abordados.

Crentes e não crentes cantam os cânticos dos reis ao menino- no mais singelo ato de respeito e humildade perante as diferenças individuais.

No inicio do séc.XX, em tempos de ditadura, o governo criou os grupos corais masculinos que trajavam com  rigor: trajes domingueiro, trajes de burguesia e trajes de trabalho.

Em tempos de miséria, fome e repressão, são os grupos corais alentejanos que trapaceiam a censura e cantam, em coro, o som da discórdia; e, no parece que estão dormindo, são viva voz de todo um povo. Não se nasce alentejano: é-se alentejano.

E é o “Cante”  que inicia a revolta que põe fim a tempos austeros em território português. Hoje, há grupos masculinos, femininos e mistos (como no campo, onde lado a lado entoavam a mais lindas modas).




Homens com trajes na rua a levar mantas de lã de ovelha

As mantas são elaboradas em teares com lã de ovelha – Cante – Património Imaterial da Humanidade UNESCO

Cante – Património Imaterial da Humanidade UNESCO: Polifonia única

O que define o cante como polifonia única? Dois solistas e o coro. “Quem arranca a “moda” é o ponto com voz precisa, seguida do alto (voz mais aguda e com mais cor). Por fim, o coro exprime a voz coletiva do Alentejo e todo o seu sentido.

Onde quer que haja alentejanos: o cante faz parte da sua identidade.

Pontos de interesse em Alentejo (Cante)



Booking.com

Alojamentos recomendados por alentejoturismo.pt

    • casa da ti catrina004 768x576

    Casa da Ti Catrina

    • a casinha do rui030 768x511

    A casinha do Rui: vista de mar e cidade

    • 206863284 768x576

    Calmaria Guesthouse

    • 142342661 768x576

    Chalé da Baía

    • 211679314 1 768x512

    Casa do Escritor

Ver “Oque comer?” no Concelho de Castro Verde.

Mais impressões de “Cante”

Facebook Comentários bem-vindos
Guida Brito
Author: Guida Brito

Apaixonada pelo Alentejo; escrevo-o de forma sentida e vivida. Abraço e acarinho a simplicidade e a pureza de ser dos meus avós e do meu Pai: é esse o Alentejo que vos conto; o que se esconde entre as flores da primavera e o cheiro das primeiras chuvas. Escrevo o ultimo reduto, o recanto por desbravar; o encanto da ancestralidade que permanece pura e proba no dourado da planície ou nos recortes do litoral. Escrevo: os poejos, a açorda, a janela, a soleira, o cata-vento, a chaminé, o rio, a primavera… escrevo gentes nobres; escrevo o banco da rua; escrevo as tabernas … escrevo lugares; escrevo a simplicidade; escrevo amor. AlentejoTurismo é um sonho; é um conto de uma história real contada no sentar ao fresco, na brandura das quentes noites de verão. AlentejoTurismo é transmissão de conhecimento que o orienta num Alentejo por desbravar. Com carinho. A autora: Guida Brito

© Copyright - AlentejoTurismo.pt