Rua de casas coloridas e cão

Casével

A traça arquitetónica alentejana constitui presente em todas as ruas e ruelas do povoado - as cores das barras das casas caiadas; os estendais; as ruas do antigamente
Porta típica do Alentejo

Piçarras

Rural e encantadora, situa-se a 8 minutos de Castro verde e a 15 minutos de Ourique. Uma pequena ribeira recebe-nos à chegada e convida a passeios pela planície.
Desenhos pintados no beiral do telhado

Estação de Ourique

Ali, existiu uma fábrica de “pirolito” e foram rodadas algumas cenas do filme “ A casa dos espirítos” de Bille August, baseado no livro homónimo de Isabel Aliende (Jeremy Irons, Meryl Streep e António Banderas integraram o elenco).
Quintal com oliveiras

Sete

"Adoro: as paredes das casas sempre pintadas de fresco; ouvir as vizinhas, logo pela manhãzinha, a varrer a rua; o padeiro a apitar; e logo de seguida a carrinha da fruta;  e logo a seguir, mais um tendeiro....sabe tão bem! Como a simplicidade das coisas nos tocam a alma!”
Muro de barra laranja com laranjeira

Aivados - Aldeia Comunitária

O alentejoturismo.pt foi descobrir as razões e as memórias da referência insólita: “Aldeia Comunitária dos Aivados”. Encantou-se com as histórias, as gentes (afáveis e comunicativas) e o deslumbrante povoado. Embora não suportada documentalmente, a população mantém a versão que uma rica aristocrata, Maria de Lemos, deixou à aldeia as suas terras por não possuir herdeiros.
Porta tradicional em casa de barra azul

A - do - Corvo

Num primeiro olhar: quase que desencanta. Um café, uma esplanada e um parco casario ditam meia volta e continuação da viagem: a sede obriga à paragem. O café encanta e a paisagem deslumbra; um passo mais à frente e surge uma rua estreita…
Povoação branca

Namorados

Cheio de recantos, cheira a encantos e, na sua intimidade, confirma, com afeto, a justiça da sua célebre designação: Namorados. O monte é paz na planura da planície: um ritmo marcado pelo sentido. Integrado num Alentejo puro, mantém casto o fascínio de uma das mais belas regiões do Mundo.
Igreja branca

Santa Barbara de Padrões

Calma, simpática, charmosa e afável recebe-nos numa simpática praça: o centro da aldeia. O local onde se sabe os azares da vizinhança (imagino eu- sendo esta uma aldeia tipicamente alentejana).
Pé de vinha em frente a casa.

Rolão

A localidade é linda: um branco caiado na planície alentejana. Ao raiar da madrugada já se ouvem os primeiros acordes da Rádio Castrense enquanto se responde às lides do viver no monte e no interior alentejano.
Casa com barras azuis e pote

Guerreiro

Na minha viagem, foi o branco que quebrou as linhas do infinito cobertas a folha de ouro. Não há foto que faça jus ao brilho do nosso olhar. A cal, as cores oca, o lavadouro comunitário (ainda utilizado) aguardam-nos na visita ao povoado. A limpeza, a calma e a simplicidade acompanham-nos o andar. Um Alentejo por desbravar.