• Rota M1109

    De Sines a Porto Covo

Estrada e coração nuvem

As nuvens reconhecem a magnitude do local e agrupam-se em coração.

Conhecida, sobretudo, pelas suas praias: a Rota M1109 encanta em pureza e sedução.

As praias, quase selvagens, resistem à humanização e à degradação do meio que se verifica noutros cantos do Mundo.

Intimas e exclusivas, seduzem pela privacidade que conferem; vivas e serenas, rodeiam-se de secretismos e altas falésias que as abrigam do vento e, muitas vezes, da força das marés.

Esqueça o carro e perca o relógio; caminhe a pé ao longo da encosta. Aprecie as arribas, a fauna, a flora; jante à beira mar, seja cúmplice ao pôr do sol… escolha uma praia só para si: viva de forma intensa uma das zonas mais bonitas do Alentejo, na Rota M1109.





Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina

Aconselha-se um passeio pelos trilhos dos pescadores, a pé.

Paisagens de cortar a respiração; praias intimistas, selvagens e rodeadas por altas falésias convidam ao surrealismo de um puro contacto com a Natureza.

Cascatas, grutas, ilhéus, falésias, ribeiras, vida selvagem, lagoas, águas límpidas e puras constituem um dos últimos refúgios a nível europeu.

Ouse, liberte-se de amarras e caminhe ao encontro do desconhecido; vá muito além do sugerido e descubra um Alentejo por desbravar.

  • Ponto 1

    Barcos e cidade

    Porto de Pesca de tradição secular em Sines

    O percurso (Rota M1109) que lhe sugerimos: inicia-se em Sines e termina em Porto Covo (16 km).

    Sines – uma cidade com história, cultura e tradição. À beira mar plantada; do céu inspira-se o azul e vislumbra-se a sua saia rodada: a baía. No alto da falésia cusca o infinito e deslumbra para lá do horizonte.

  • Ponto 2

    Luz, cor e sedução, convidam a passeios à beira mar, em qualquer estação (registo fotográfico: primavera).

    Praia Vasco da Gama – a cidade de Sines, vaidosa, escorrega pela colina exibindo orgulhosa a mais bela saia bordada: uma formosa baía. Aconchegada, a Praia Vasco da Gama completa o cenário paisagístico, visível do alto da falésia.

  • Ponto 3

    São Torpes.

  • Ponto 4

    Praia da Plengana – uma praia íntima, sossegada e pouco frequentada: o que lhe confere privacidade mesmo durante a época alta.

  • Ponto 5

    Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina

    Uma duna, também chamada em português “medão” ou “medo”, é uma elevação (ou “monte”) de areia, com as formas características que a sua relação dinâmica com o vento lhe confere. A elevada variedade de flora litoral confere uma maior beleza à praia.

    Praia de Morgavel – convida a banhos, à paz e à tranquilidade. Um verdadeiro anti-stress oferecido pela mãe Natureza.

  • Ponto 6

    Praia de Vale Figueiros – Vieirinha – Sobejamente conhecida na região, faz as delícias da criançada. Possui um grande ilhéu – visitável na baixa-mar. É frequentada por surfistas, bodyboarders,  mergulhadores, pescadores e famílias com crianças. Na estrada siga a indicação “Pedra da Casca”. na Rota M1109.

  • Ponto 7

    Praia do Carreirinho da Luísa – de pequenas dimensões e abrigada do vento: ostenta águas límpidas; piscinas naturais de águas quentes; privacidade;  inúmeras poças onde é possível observar a diversidade de seres vivos presentes na zona “entre marés”.

  • Ponto 8

    Praia da Oliveirinha

  • Ponto 9

    Rota M1109 : ribeira na praia

    Fascínio.

    Praia da Foz do Burrinho – selvagem, silenciosa – um paraíso. Na areia, observamos o excesso de afluência: inúmeras pegadas prendem o olhar. Lontras, aves, raposas e muitos outros animais repartem o extenso areal e as dunas.

  • Ponto 11

    Praia da Mesa

  • Ponto 12

    Praia do Burrinho

  • Ponto 13

    Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina

    Possui uma lagoa e uma cascata de água doce.

    Praia da Samoqueira – considerada, pelos que a visitam, uma das mais belas praias do Mundo (pelo cenário divino que nos envolve e acaricia). Intimista, serpenteia por entre os recortes na falésia oferecendo águas esmeralda, num ambiente paradisíaco. Caminhe a pé pelos trilhos dos pescadores e adira às selfies junto das avestruzes e dos burros que se encontram em frente à praia.

  • Ponto 14

    Praia do Porto Covinho – abrigada do vento, retrata, na perfeição, a imensidão do quero ali estar.

  • Ponto 16

    Praia do Salto – com um ambiente de privacidade e tranquilidade, faz parte, desde 2002, do grupo restrito de praias naturistas reconhecidas oficialmente em Portugal; é considerada a melhor das oito existentes no país.

  • Ponto 17

    Ilhéu

    Abrigada do vento, a praia permite uma ida “ao banho” durante quase todo o ano.

    Praia da Cerca Nova – apesar de não ser vigiada, as suas areias são limpas com regularidade e a qualidade das suas águas é visível ao olhar. Seduz, em pureza, do alto da falésia.

  • Ponto 18

     Praia Grande de Porto Covo – a praia Grande integra a frente urbana de Porto Covo e é uma das mais procurada pelos turistas.

  • Ponto 19

    Praia do Espingardeiro – entre as falésias, é abrigada do vento e das marés. Meio selvagem proporciona um ambiente íntimo.

  • Ponto 20

    Praia do Banho – deve o seu nome ao tradicional banho de 29 de agosto. Este banho é um evento de cariz cultural com origens pagãs. Diz-se que o banho, nesse dia, vale por 9. Por tradição, as pessoas do interior deslocavam-se ao litoral com o intuito de se banhar.

  • Ponto 21

    Praia da Gaivota – para aceder a este pequeno paraíso é necessário aguardar pela maré vazia: a entrada faz-se por uma reentrância na rocha, a partir da Praia do Banho.

  • Ponto 22

    Praia Pequena – em plena aldeia, existe uma praia que lhe confere silêncio, serenidade e puro contato com a Natureza: a Praia Pequena.

  • Ponto 23

    Praia dos Buzinhos

  • Ponto 24

    Casas com barra azul e porta vermelha e árvore

    Casa tradicionais da praça de Porto Covo

    Porto Covo – não se renda, apenas, ao traçado da praça central, deambular pelas ruas, conhecer a beira-mar e beber os tons que aqui dão vida: é seduzir-se na pureza do Alentejo. Aqui, onde a Terra toca o mar, tudo é luz de puro sentido. Porto Covo é vermelho, é azul e é mar.

    O Alentejoturismo considera este roteiro (Rota M1109) um dos mais bonitos do Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina.

Onde dormir?

Se pretende conhecer a Costa Alentejana e visitar algumas das melhores praias do Mundo; fique na Casinha do Rui, uma das melhores experiências que vivenciei: uma vista, de mar e cidade, majestosa.

À minha espera: um vinho alentejano único (não vos conto o segredo) e um petisco alentejano divinal. Dois quartos, duas salas, hall de entrada, cozinha devidamente equipada (tem de tudo) e casa de banho. E a cama? Simplesmente apetecível; limpeza excecional, senti-me segura e sem preocupação com o Covid. Sem dúvida um dos melhores sítios onde já pernoitei.

Deixo-vos o contacto: 912 569 272.




Pontos de interesse em Rota M1109



Booking.com

Alojamentos recomendados por alentejoturismo.pt

    Castle in Blue Apartments

    Casa do Mar

Toggle Content goes here

Alcáçovas,  uma vila com história

Alcáçovas,  a pérola do Montado

Centro de Saúde de Sines

Morada:Alameda da Paz – Sines

Telefone Geral: 269 870 440

Horário :  de 2ª Feira a 6ª feira  (08:00 – 20:00)

Saúde 24

  • Telefone: 808 24 24 24

Hospital do Litoral Alentejano 

Endereço: Av. Gen. Humberto Delgado 17, 7520-144 Sines

LARGO JÚDICE FIALHO N.º 4 B, SINES
7520-999 SINES

Dias úteis : 09:00 – 12:30 , 14:00 – 18:00



Mais impressões de Rota M1109

Guida Brito
Author: Guida Brito

© Copyright - AlentejoTurismo.pt